O que fazer no caso de desistência da compra e da viagem?

O que fazer no caso de desistência da compra e da viagem?


Viajar: esse é o desejo da maioria das pessoas, porém, nem sempre as coisas saem como planejado e, infelizmente, o passeio precisa ser cancelado ou mesmo adiado por motivos familiares, profissionais ou até mesmo financeiros.

Diante desse cenário, a dúvida mais comum é a recuperação do dinheiro que foi investido, porque de maneira geral, as pessoas adquirem o pacote de viagem ou as passagens aéreas ou terrestre com antecedência e elas não vão querer perder o dinheiro investido, não é mesmo?

Por isso, no post de hoje a Ultrapark separou alguns pontos que devem ser observados e levados em consideração caso isso ocorra. Confira mais abaixo:

Segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC), a empresa tem a obrigação de devolver todo o valor investido se isso estiver previsto no contrato que foi assinado e nele conste a obrigatoriedade da devolução integral do valor pago.

Se isso não ocorrer, você receberá aquilo que está previsto no contrato. E a dica é ler sempre com atenção todas as cláusulas que estão descritas, para evitar situações como essa e manter, principalmente, o seu bolso protegido do surgimento de imprevistos.

Há casos em que a empresa que fez o pacote reconsidera e até devolve o dinheiro de maneira integral, porém na maioria dos casos, isso acontece quando o passageiro está sofrendo com algum tipo de enfermidade.

Em outras situações, o percentual que será ressarcido dependerá muito da data em que a viagem for cancelada, por isso, nossa recomendação é: caso seja preciso cancelar, o melhor é fazer o quanto antes, pois a porcentagem do dinheiro devolvido será maior.

Uma sugestão é pedir a troca da data do voo ou um crédito equivalente ao valor que já foi investido, pois assim você poderá se planejar e tem até um ano para fazer uso desse crédito.

Todavia, se as passagens forem compradas em promoções ou voos fretados, a nossa recomendação é ficar atento às cláusulas que estão dispostas no contrato, antes de assinar.

  • Cancelamento feito pela agência de turismo

Apesar de acontecer em menor escala, essa situação também ocorre e diz respeito ao cancelamento vindo direto da agencia de turismo. Nessa situação, a empresa terá que devolver todo o dinheiro investido.

Caso o cancelamento não seja motivado por: fatores climáticos, transtornos que colocam sua segurança em risco ou guerras, você pode recorrer ao judiciário em busca de uma indenização por prejuízos financeiros e danos morais.

Agora que você já conhece as implicações do cancelamento de uma viagem, o melhor continua sendo ler as letrinhas minúsculas do contrato para evitar dor de cabeça. Continue acompanhando o nosso blog e obtenha mais dicas de viagens.

Lembrem-se que na hora de viajar, a melhor opção é contar com o estacionamento mais próximo do aeroporto de Guarulhos. Quer saber mais sobre o Ultrapark? Entre em contato conosco e conheça os nossos serviços.

Categorias

+ Não há comentários

Acrescente o seu